​​
​​​

​​

​​​EXA​​ME DE QUALIFI​CAÇÃO POR EXPERI​ÊNCIA PROFISSIONAL

Antes de dar início ao seu processo, recomendamos que cliqu​e aqui​ e conheça, na íntegra, o Regulamento da Certificação por Experiência Profissional e todas as etapas que devem ser atendidas para a concessão do certificado. 

Código de conduta do profissional certificado ICSS

O profissional que optar pela certificação por experiência deve observar algumas regras e normas de conduta estabelecidas pelo ICSS. O Código de Conduta visa estabelecer padrões de conduta adequados ao processo desenvolvido e aplicado pelo Instituto, para atuação nas entidades fechadas de previdência complementar. Clique aqui e leia Código de Conduta do profissional certificado ICSS.

Quem pode se candidatar

A certificação por experiência é restrita àqueles que comprovarem já possuir requisitos de experiência relacionados com sua prática profissional, nas áreas de competências definidas pela legislação, conforme pré-requisitos estabelecidos.

Pré-requisitos exigidos para a certificação por experiência

Para que o profissional possa se candidatar à certificação por experiência, deve verificar se atende aos pré-requisitos listados a seguir:

Pré-requisitos:

1. O candidato à Certificação por Experiência deverá comprovar que atende os seguintes pré-requisitos mínimos:

1.1. Comprovada experiência no exercício de atividade na área financeira, administrativa, contábil, jurídica, de fiscalização, atuarial ou de auditoria; e

1.2. Formação de nível superior.

1.2.1 Será admitido candidato sem formação de nível superior, sendo neste caso o processo apreciado pela Banca de Avaliadores e o candidato submetido à entrevista técnica​.

O candidato à Certificação por Experiência deverá declarar que não sofreu:

  • Condenação criminal transitada em julgado; e/ou
  • Penalidade administrativa agravada por reincidência nos 3 (três) anos anteriores à data de inscrição no processo de certificação, por infração da legislação da seguridade social, inclusive da previdência complementar, e/ou como servidor público.

2. O candidato deverá, também, atender, pelo menos, uma das seguintes condições nos 10 (dez) anos anteriores à data da inscrição:

2.1. Mínimo de 2 (dois) anos de exercício da função de membro de Conselho Deliberativo ou Fiscal ou de Diretoria Executiva em entidade fechada de previdência complementar;

2.1.1. Para efeitos deste requisito, os conselheiros suplentes deverão comprovar por meio de declaração da entidade sua participação, considerando no mínimo participação em 75% das reuniões do respectivo colegiado, durante o período mínimo de 2 anos.

2.2. Mínimo de 3 (três) anos de exercício de função com poderes de gestão nas áreas financeira, administrativa, contábil, atuarial, jurídica, de fiscalização ou auditoria, em cargo do corpo diretivo executivo ou do primeiro e segundo níveis hierárquicos gerenciais, imediatamente abaixo do corpo diretivo executivo da entidade fechada ou aberta de previdência complementar, suas patrocinadoras, instituidoras de planos previdenciários, órgãos privados ou públicos relacionados à previdência complementar.

2.2.1. Para efeitos deste requisito, entende-se:

a) como corpo diretivo executivo os cargos usualmente denominados por: presidente, vice-presidente, diretor, diretor-adjunto, superintendente e assemelhados;

b) que o cargo de segundo nível hierárquico gerencial deverá necessariamente possuir equipe subordinada.

2.3. Mínimo de 3 (três) anos de participação como membro titular em comitês regulamentares.

2.3.1. Entende-se por comitês regulamentares aqueles descritos nos Estatutos ou Regulamentos Internos das EFPC e Instituidores, como por exemplo, o Comitê de Investimentos.

2.4. Mínimo de 5 (cinco) anos de exercício de função nas áreas financeira, administrativa, contábil, atuarial, jurídica, de fiscalização ou auditoria, em cargo de direção executiva em organizações relacionadas à seguridade social.

2.4.1. Para efeitos deste requisito, cargo em direção executiva será aquela exercida em cargos usualmente denominados por: presidente, vice-presidente, diretor, diretor-adjunto, superintendente e assemelhados;

2.4.2. Para efeitos deste requisito organizações relacionadas à seguridade social são aquelas que atuem nas áreas de previdência social, previdência privada (aberta ou fechada), saúde ou assistência social, diretamente ou como prestadores de serviços, tais como bancos, empresas gestoras de planos de previdência e saúde, de consultoria, de auditoria, de tecnologia da informação, instituições de ensino, seguradoras, resseguradoras, bem como entidades governamentais, associativas e sindicais.

Informações solicitadas durante o processo

Todo processo de certificação por experiência é realizado por meio do site do ICSS. Antes de iniciar sua inscrição, o ICSS recomenda que os candidatos observem todos os passos que envolvem a certificação.

Para isto é importante também conhecer de que forma a avaliação é estruturada:

  • Análise do Currículo do candidato

Visa verificar os registros de experiência profissional (cargos e funções exercidas), formação acadêmica, produção autoral (livros, teses, dissertações, monografias, artigos etc.), prêmios pela atuação profissional e outras certificações correlatas. As informações devem ser comprovadas por meio de documentos e registros formais como, por exemplo, diplomas, declarações de empregadores etc.

  • Memorial do candidato

O memorial é uma das partes mais importantes do processo de inscrição na certificação por experiência. É neste texto que o candidato explicará para a banca de avaliadores o que fez de relevante em sua carreira, uma vez que estes profissionais não conhecem quem está avaliando. 

Como o processo é todo padronizado, esta é a oportunidade que o candidato tem para complementar as informações inseridas no formulário de inscrição. Como a produção do texto é livre, o ICSS sugere que sejam priorizados os dados mais relevantes de sua trajetória profissional, com foco nos cargos ocupados, realizações e resultados. É importante também organizar estas informações de maneira histórica. 

O profissional deve observar também que se a ênfase solicitada na certificação for a de investimentos, é muito importante que de detalhamentos sobre sua experiência financeira, destacando os trabalhos desenvolvidos, atividades e resultados obtidos. Também é relevante ressaltar se atua como AETQ - Administrador Estatutário Tecnicamente Qualificado. 

Estas informações servirão, junto com os demais documentos, de base para o entendimento e a avaliação da banca sobre a vida do profissional, ajudando-os a ter convicção da experiência e qualificação do candidato. 

Para a segurança do profissional, o ICSS recomenda que o texto do memorial seja produzido em um arquivo e só depois de pronto seja transcrito para a área restrita do candidato. Esta atitude pode evitar a perda de informações, bem como a necessidade de fazer um novo texto (já que pode haver interrupção na conexão da internet bem como a finalização da seção por inatividade, ocasionando a falha no armazenamento destes dados).

  • Cartas de Recomendação

O candidato precisa enviar duas cartas de recomendação que devem ser assinadas por profissional que esteja atuando ou tenha atuado como conselheiro ou dirigente (nos últimos 10 anos) em EFPC, empresa de capital aberto, patrocinadora de EFPC ou organizações ligadas à seguridade social, e que tenha mantido vínculo profissional com o candidato de forma que possa recomendá-lo à certificação.

  • Comprovação de cargo e função

O cargo ou função exercido pelo candidato faz parte da lista de pré-requisitos que envolvem a inscrição na certificação por experiência. Ao apontar este item na página do ICSS reservada para a inscrição, o profissional deve comprovar esta experiência por meio da documentação que enviará para o ICSS.

Uma das maneiras de comprová-la é por meio de uma declaração da entidade fechada de previdência complementar​/empresa/organização relacionada à seguridade social na qual o candidato exerceu (exerce) a função de dirigente (diretor ou conselheiro) ou gestor do primeiro ou segundo nível hierárquico, dependendo do que dispõe o regulamento da certificação.​

No item Modelos de Declarações conheça as minutas preparadas pelo ICSS para auxiliar neste processo.

  • Entrevista

A Entrevista será realizada por uma banca de avaliadores composta por membros indicados pelo ICSS. Esta última fase do Exame visa confirm​ar o entendimento do Memorial, dirimir eventuais dúvidas e avaliar com mais adequação o domínio profissional do candidato.​

  • Que documentos enviar para o ICSS

Os documentos (Declaração de Inscrição, 1ª e 2ª Cartas de Recomendação, Comprovante do Cargo Exercido e Diploma de Graduação) deverão ser digitalizados e anexados no final do processo de inclusão dos dados de currículo. O tamanho máximo permitido por arquivo é de 1 MB (Megabyte) e, somente serão aceitos arquivos dos tipos: "PDF", "DOC", "ZIP", "JPG", "GIF" e "TIF".

Declaração de Inscrição: Formulário padrão, disponível no site do ICSS, no qual o candidato informa que não tem impedimento para participar do processo de certificação. Deve estar datado e assinado.

Diploma de Graduação: Diploma ou equivalente ou ainda Declaração da Instituição de Ensino Superior. Necessário comprovar que o curso é reconhecido pelo MEC. Digitalizar frente e verso do diploma, ou solicitar declaração da Universidade/faculdade, informando que o curso é reconhecido pelo MEC. Nos casos em que a formação de nível superior do candidato tenha ocorrido fora do Brasil, a cópia do diploma deverá ser acompanhada por declaração emitida pela área de recursos humanos da EFPC ou de sua patrocinadora atestando a qualificação acadêmica superior do profissional, informando a respeito de sua titulação: curso, instituição de ensino, tempo de duração e data de conclusão

Modelos de Declarações

Clique em cada título para visualizar os modelos sugeridos pelo ICSS:

Declaração de Inscrição;

Cartas de Recomendação;

Comprovante do Cargo Exercido:

Dirigente ou conselheiro titular de entidade fechada de previdência complementar;​​

Conselheiro suplente de entidade fechada de previdência complementar​;​​

Membro titular de comitês regulamentares;

Gestor de ​entidade fechada de previdência complementar​, empresa de capital aberto ou patrocinadora de entidade fechada de previdência complementar​​ de até segundo nível hierárquico;​​​

Gestor de organizações relacionadas à seguridade social.

Valores para inscrição 2019

ICSS ​​​
​Associados ABRAPP:R$ 1.494,00
Não associados:  R$ 1.795,00
​ ​
​PARCEIROS
Associados IBGC/ANBIMA:  R$ 1.590,00

 

EXAME DE QUALIFICAÇÃO POR PROVA

Gestores e Conselheiros

  • Regulamento da Certificação por Prova para Gestores e Conselheiros

Antes de dar início à inscrição, clique aqui e conheça o regulamento da Certificação por Prova para Gestores e Conselheiros, que deve ser atendido para a efetivação do processo.

  • Manual da Certificação por Prova para Gestores e Conselheiros

Clique aqui e leia atentamente o Manual da Certificação por Prova para Gestores e Conselheiros, documento que traz todas as informações sobre o processo de inscrição e avaliação.

  • Código de conduta do profissional certificado ICSS

O profissional que optar pela certificação por prova deve observar algumas regras e normas de conduta estabelecidas pelo ICSS. O Código de Conduta visa estabelecer padrões de conduta adequados ao processo desenvolvido e aplicado pelo Instituto, para atuação nas entidades fechadas de previdência complementar. Clique aqui e leia o Código de conduta do profissional certificado ICSS.  

  •  Quem pode se candidatar

Esta modalidade de certificação é voltada para os profissionais que querem se destacar no mercado por meio do reconhecimento institucional de sua capacitação. O objetivo é aferir o grau de conhecimento dos candidatos com relação às áreas de competências definidas no programa do exame.

  • Pré-requisitos

O candidato à Certificação por Prova deverá declarar que não sofreu:

Condenação criminal transitada em julgado; e/ou

Penalidade administrativa agravada por reincidência nos 3 (três) anos anteriores à data de inscrição no processo de certificação, por infração da legislação da seguridade social, inclusive da previdência complementar, e/ou como servidor público.

Ao se inscrever no processo de certificação por prova, o candidato precisará preencher a Declaração de Inscrição. O documento será enviado para o ICSS automaticamente, não sendo necessário digitalizar este material. Clique aqui e conheça o conteúdo da Declaração de Inscrição.

  • Programa do Exame

O Programa do Exame tomou como referência os conteúdos mínimos definidos pelo Conselho Diretor do ICSS para a capacitação e certificação de dirigentes de EFPC. O detalhamento do programa está organizado em função dos Módulos Temáticos e das áreas de conhecimento estabelecidas para cada um dos módulos. Clique​ aq​ui para conhecer o programa e bibliografia vigente.

  • ​Ênfases do Exame

A certificação de Gestores e Conselheiros está dividida em duas categorias e cada uma delas corresponde à determinada ênfase no conjunto das competências profissionais, a saber:

    • Profissionais de Investimentos

Conjunto de questões pertinentes a todas as áreas temáticas, porém com um volume maior de questões de Finanças, destinadas a evidenciar competência técnica referente a esta área. Esta categoria é recomendada para os profissionais que atuam nas áreas de investimentos e afins, possuindo, portanto, maior conhecimento deste tema.

    • Administradores em Geral

Conjunto de questões pertinentes a todas as áreas temáticas, porém com um volume equilibrado de questões de Atuária, Administração e Finanças, sendo os demais temas contemplados com um número menor de questões. Esta categoria é recomendada para os profissionais que atuam nas áreas de previdência e administração em geral, possuindo, portanto, conhecimentos mais diversificados.

  • Avaliação

Os profissionais que optarem por esta modalidade de certificação devem realizar testes cujas provas contemplam 60 questões objetivas de múltipla escolha, com duração de 2 horas, distribuídas entre as diversas áreas do conhecimento (Administração; Atuária; Financeira; Contábil; Jurídica; Auditoria; e Fiscalização) e que variam entre três níveis de dificuldade (básico, médio e avançado).

As notas das duas modalidades de provas (Profissionais de Investimentos e Administradores em Geral) possuem uma linha de corte que exige do candidato 60% de aproveitamento global e 20% de aproveitamento de cada módulo. 

O candidato terá a resposta sobre sua aprovação no processo em até cinco (05) dias úteis da data da realização do exame. O acesso ao resultado é feito por meio de senha individual e é confidencial, ficando restrito apenas ao profissional que se inscreveu.

  • Valores para inscrição 2019
ICSS​ ​
​Associados ABRAPP:R$ 901,00
Não associados:R$ 1.078,00
   
PARCEIROS
Associados IBGC/ANBIMA:R$ 962,00

PROFISSIONAL - NÍVEL TÉCNICO


Profissional em Previdência Complementar Fechada - Nível Técnico

  • Regulamento da Certificação por Prova para o Profissional em Previdência Complementar Fechada – Nível Técnico

Antes de dar início à inscrição, clique aqui e conheça o regulamento da Certificação por Prova para Profissional em Previdência Complementar Fechada – Nível Técnico, que deve ser atendido para a efetivação do processo.

  • Manual da Certificação por Prova para o Profissional em Previdência Complementar Fechada – Nível Técnico 

Clique aqui e leia atentamente o Manual da Certificação por Prova para Profissional em Previdência Complementar Fechada – Nível Técnico, documento que traz todas as informações sobre o processo de inscrição e avaliação.

  • Código de conduta do profissional certificado ICSS

O profissional que optar pela certificação por prova deve observar algumas regras e normas de conduta estabelecidas pelo ICSS. O Código de Conduta visa estabelecer padrões de conduta adequados ao processo desenvolvido e aplicado pelo Instituto, para atuação nas entidades fechadas de previdência complementar. Clique aqui e leia o Código de conduta do profissional certificado ICSS.  

  • Quem pode se candidatar

Esta modalidade de certificação é voltada para os profissionais que querem se destacar no mercado por meio do reconhecimento institucional de sua capacitação. O objetivo é aferir o grau de conhecimento dos candidatos com relação às áreas de competências definidas no programa do exame.

  • Pré-requisitos

O candidato à Certificação por Prova deverá declarar que não sofreu:

Condenação criminal transitada em julgado; e/ou

Penalidade administrativa agravada por reincidência nos 3 (três) anos anteriores à data de inscrição no processo de certificação, por infração da legislação da seguridade social, inclusive da previdência complementar, e/ou como servidor público.

Ao se inscrever no processo de certificação por prova, o candidato precisará preencher a Declaração de Inscrição. O documento será enviado para o ICSS automaticamente, não sendo necessário digitalizar este material. Clique aqui e conheça o conteúdo da Declaração de Inscrição.

  • Programa do Exame

O Programa do Exame tomou como referência os conteúdos mínimos definidos pelo Conselho Diretor do ICSS para a capacitação e certificação de Profissional em Previdência Complementar Fechada – Nível Técnico. O detalhamento do programa está organizado em função das áreas de conhecimento estabelecidas no regulamento. Clique aqui​ para conhecer o programa e bibliografia vigente.

  • Avaliação

Os profissionais que optarem por esta modalidade de certificação devem realizar testes cujas provas contemplam 50 questões objetivas de múltipla escolha, com duração de 2 horas, distribuídas entre as diversas áreas do conhecimento (Administração; Atuária; Financeira; Contábil; Jurídica; Auditoria; e Fiscalização) e que variam entre três níveis de dificuldade (básico, médio e avançado).

As notas das provas possuem uma linha de corte que exige do candidato 60% de aproveitamento global. 

O candidato terá a resposta sobre sua aprovação no processo em até cinco (05) dias úteis da data da realização do exame. O acesso ao resultado é feito por meio de senha individual e é confidencial, ficando restrito apenas ao profissional que se inscreveu.

  • ​Valores para inscrição 2019

ICSS​
Associados ABRAPP:R$ 727,00
Não associados:R$ 873,00
   
PARCEIROS
Associados IBGC/ANBIMA:R$ 771,00




TÉCNICOS EM CONTABILIDADE

  • Regulamento da Certificação por Prova para Técnicos

Antes de dar início à inscrição, clique aqui​ e conheça o regulamento da Certificação por Prova para Técnicos, que deve ser atendido para a efetivação do processo.

  • Manual da Certificação por Prova para Técnicos

Clique aqui​ e leia atentamente o Manual da Certificação por Prova para Técnicos, documento que traz todas as informações sobre o processo de inscrição e avaliação.

  • Código de conduta do profissional certificado ICSS

O profissional que optar pela certificação por prova deve observar algumas regras e normas de conduta estabelecidas pelo ICSS. O Código de Conduta visa estabelecer padrões de conduta adequados ao processo desenvolvido e aplicado pelo Instituto, para atuação nas entidades fechadas de previdência complementar. Clique aqui e leia o Código de conduta do profissional certificado ICSS.

  • Quem pode se candidatar

Esta modalidade de certificação é voltada para os profissionais Técnicos que querem se destacar no mercado por meio do reconhecimento institucional de sua capacitação. O objetivo é aferir o grau de conhecimento dos candidatos com relação às áreas de competências definidas no programa do exame.

  • Pré-requisitos

O candidato à Certificação por Prova deverá declarar que não sofreu:

Condenação criminal transitada em julgado; e/ou

Penalidade administrativa agravada por reincidência nos 3 (três) anos anteriores à data de inscrição no processo de certificação, por infração da legislação da seguridade social, inclusive da previdência complementar, e/ou como servidor público.

Ao se inscrever no processo de certificação por prova, o candidato precisará preencher a Declaração de Inscrição. O documento será enviado para o ICSS automaticamente, não sendo necessário digitalizar este material. Clique aqui e conheça o conteúdo da Declaração de Inscrição.

 

  • Programa do Exame

O Programa do Exame tomou como referência os conteúdos mínimos definidos pelo Conselho Diretor do ICSS para a capacitação e certificação de Técnicos das EFPC. O detalhamento do programa está organizado em função dos Módulos Temáticos e das áreas de conhecimento estabelecidas para cada um dos módulos. Clique aqui ​​para conhecer o programa e bibliografia vigente.  

  • ​ Ênfases do Exame

A certificação é destinada à profissionais de Previdência Complementar Fechada que atuem na área de Contabilidade.

  • Avaliação

Os profissionais que optarem por esta modalidade de certificação devem realizar testes cuja prova contempla 45 questões objetivas de múltipla escolha, com duração de 2 horas, distribuídas entre diversas áreas do conhecimento (Administração e Contábil).

As notas das provas possuem uma linha de corte que exige do candidato 60% de aproveitamento global e 20% de aproveitamento de cada módulo. 

O candidato terá a resposta sobre sua aprovação no processo em até cinco (05) dias úteis da data da realização do exame. O acesso ao resultado é feito por meio de senha individual e é confidencial, ficando restrito apenas ao profissional que se inscreveu.

  • Valores para inscrição 2019
ICSS ​
​Associados ABRAPP:R$ 727,00
Não associados:R$ 873,00
​ ​
PARCEIROS
Associados IBGC/ANBIMA:R$ 771,00

 

EXAME DE QUALIFICAÇÃO POR CAPACITAÇÃO

  • Regulamento da Certificação por Capacitação

Antes de dar início à inscrição, clique aqui​​ e conheça o regulamento da Certificação por Capacitação, que deve ser atendido para a efetivação do processo.

  • Código de conduta do profissional certificado ICSS

O profissional que optar pela certificação por capacitação deve observar algumas regras e normas de conduta estabelecidas pelo ICSS. O Código de Conduta visa estabelecer padrões de conduta adequados ao processo desenvolvido e aplicado pelo Instituto, para atuação nas entidades fechadas de previdência complementar. Clique aqui e leia Código de conduta do profissional certificado ICSS.

  • CONVÊNIOS​ ​​
fipecafi
ids
previpar
Uniabrapp

  • CURSOS CONVENIADOS

Curso

Convênio

EXERCÍCIO DA FUNÇÃO DE CONSELHEIRO UniAbrapp​
MBA EM GESTÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR UniAbrapp
GESTÃO DE EFPC (FUNDOS DE PENSÃO) FIPECAFI
ATUALIZAÇÃO EM PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR IDS​
VII CURSO DE CAPACITAÇÃO DE DIRIGENTES E CONSELHEIROS DE FUNDOS DE PENSÃO​ ​PREVIPAR​
Pós Graduação Lato Sensu Engenharia de Planejamento: Ênfase de Previdência Complementar​
​IDEAS​

 

  • VALORES PARA INSCRIÇÕES 2019

ICSS ​​
​Associados ABRAPP:R$ 901,00
Não associados:​R$ 1.078,00
​ ​
PARCEIROS
Associados IBGC/ANBIMA:R$ 962,00

 


RECERTIFICAÇÃO

A certificação concedida pelo ICSS, tanto na avaliação por experiência, prova ou capacitação, tem validade de três anos. Para renová-la, o profissional pode optar pelo PEC - Programa de Educação Continuada ou por realizar um novo exame. 

O PEC visa facilitar e motivar a qualificação cont​inuada de seus participantes, permitindo tanto a renovação do Certificado obtido via Prova, Experiência ou Capacitação, como também, de um modo geral, servindo de orientação quanto ao desenvolvimento das competências necessárias para o exercício diretivo e gerencial das EFPC.​

  • Valores para Recertificação através do PEC 2019.
ICSS ​
​Associados ABRAPP:R$ 901,00
Não associados:R$ 1.078,00
​​​ ​
PARCEIROS
Associados IBGC/ANBIMA:R$ 962,00



​​​​​​​
​​​​