CONSULTOR ESCLARECE OS PRINCÍPIOS DA AUTORREGULAÇÃO
A importância da Autorregulação como referência de credibilidade para as EFPC foi tema discutido no Espaço UniAbrapp no último dia do 40o. Congresso Brasileiro da Previdência Complementar Fechada. Atuante na elaboração e revisão dos Códigos de Autorregulação, o consultor da Kolme, Luiz Félix, fez apresentação sobre os princípios do programa e estimulou os dirigentes, conselheiros e funcionários das entidades a se engajarem nesse programa como forma de renovação do processo decisório e autodesenvolvimento das EFPC.

Entrega do Selo foi realizada no 40º Congresso
Brasileiro da Previdência Complementar Fechada

"Esse é um chamado aos dirigentes e conselheiros para conhecerem os Códigos, aderirem e participarem do processo de obtenção do Selo. E todos os demais funcionários estão incluídos nisso", pontuou Félix.

O consultor ressaltou que a Autorregulação promove reconhecimento, reforça ações de eficiência, fortalece o dever fiduciário com base em conceitos de governança e valoriza a imagem institucional perante participantes e patrocinadores.

Ele falou ainda que os fatores críticos de sucesso para a Autorregulação são rigor, adesões e credibilidade. "O Selo tem que estabelecer, efetivamente, as melhores práticas adaptadas à realidade de cada entidade. Disso depende a sua credibilidade", pontuou, reforçando a importância da participação das associadas.

O consultor estimulou as entidades a explicarem quais as dificuldades no cumprimento das exigências para obtenção do Selo para que a banca examinadora analise, dentro do rigor da proposta, o que pode ser melhorado para que as EFPC sejam incentivadas a se candidatar. "Os aprimoramentos saem desse diálogo da exposição das dificuldades. Podemos explicar ou aperfeiçoar o instrumento", complementou.
Acesse aqui mais informações sobre os Códigos de Autorregulação vigentes.

Voltar

ICSS 2015 - Todos os direitos reservados
O Informe ICSS é uma publicação mensal do Instituto de Certificação Institucional e dos Profissionais de Seguridade Social.
Ano V – número 50 – Setembro/Outubro Jornalista Responsável: Débora Soares