Março de 2016
CERTIFICAÇÃO DE PROCESSOS: NOVA FRONTEIRA

Ao longo dos anos, o sistema de Previdência Complementar Fechado tem trabalhado de maneira muito intensa em favor de uma agenda de qualificação e certificação profissional - aspectos cada vez mais valorizados pela sociedade e também necessários para a evolução e o fomento do próprio Sistema.

O ICSS iniciou sua trajetória de busca por excelência, como Instituto de Certificação, em 2009, com o surgimento da Resolução do Conselho Monetário Nacional nº 3.792, primeira norma sobre certificação de profissionais ligados a fundos de pensão. Esta resolução determinou como diretriz para a aplicação dos recursos dos planos de benefícios que os administradores dos fundos e demais profissionais envolvidos no processo decisório dos investimentos fossem certificados.

O ICSS, constituído como instituto cultural e com a atribuição de fomento da Previdência Complementar e de incentivo à qualificação profissional, passou então a se estruturar para aplicar os exames de qualificação técnica para os profissionais da seguridade social.

Para criar sua própria metodologia, o Instituto buscou a experiência do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) que já fazia certificação dos membros de conselhos de administração.

Ao longo desse período, o ICSS certificou 4.200 conselheiros, dirigentes e profissionais de fundos de pensão. Número que poderá crescer muito em 2016, em função da adequação dos quadros das entidades às recentes normas que tratam da obrigatoriedade da certificação e da habilitação, como as Resoluções CNPC nº 19 e nº 21, de 2015.

Como um atleta que busca o aperfeiçoamento contínuo, o Instituto tem trabalhado em diversas frentes para elevar o nível de seus processos. São exemplos de iniciativas já empreendidas: a modernização da plataforma tecnológica que suporta o sistema de certificação, proporcionando ainda mais agilidade, segurança e eficiência; o estímulo à adesão dos profissionais ao programa de educação continuada; a revisão do banco de questões da modalidade de certificação por prova; a atualização dos regulamentos das modalidades existentes e a criação de novos processos de certificação (certificação por capacitação).

Alinhado aos trabalhos desenvolvidos pela Abrapp, o ICSS procura identificar quais são as necessidades dos atuais gestores e futuros profissionais. Para melhor atender a esse público, o Instituto iniciará neste ano o desenvolvimento de um aplicativo próprio.

Certificação de processos – Outra frente para a qual o ICSS está se preparando é a análise e a certificação de processos nas entidades.

A certificação de processos vem sendo adotada pelas organizações há décadas e possui exemplos bem firmados no ambiente de fundos de pensão. Caso do Banesprev – Fundo Banespa de Seguridade Social, que mantém a certificação na norma ISO há 14 anos ininterruptos.

Não faz muito tempo, o sistema de gestão de qualidade adotado pelo Banesprev recebeu a recertificação ISO 9001:2008 para os serviços de concessão e pagamento de benefícios, escopo que abrange praticamente todas as atividades da entidade.

Assim como o Banesprev, outras fundações têm se mostrado cada vez mais diligentes e preocupadas com a evolução dos seus modelos de governança.  

A certificação de processos passa também pelo movimento da autorregulação, iniciativa que vem para enfatizar o respeito ao conjunto de regras, regimentos, estatutos, códigos de ética e conduta das entidades, elevar padrões de governança e estimular que os participantes participem mais da gestão das entidades.

As sinergias entre a autorregulação e a certificação de processos deverão ganhar ainda mais força em 2017, e o ICSS está se preparando para essa nova fase. Na visão do Instituto, a integração dessas agendas – profissionais melhor qualificados e entidades com processos certificados - resultará em um novo salto de qualidade para os fundos de pensão. Tendo como resultados práticos: avanço do modelo de governança, mitigação de riscos e custos reduzidos – fatores que virão a impactar positivamente na cota do participante e, por consequência, melhorar o benefício entregue na aposentadoria.


Voltar

ICSS 2015 - Todos os direitos reservados
O Informe ICSS é uma publicação mensal do Instituto de Certificação dos Profissionais de Seguridade Social.
Ano II – número 17 – Março Jornalista Responsável: Débora Soares
v