Janeiro de 2018
O QUE VEM PARA 2018

O aprimoramento contínuo dos processos de Certificação Profissional é objetivo permanente do ICSS. Para 2018, a missão será promover o aperfeiçoamento da metodologia da Certificação por Experiência, revisitando seus critérios técnicos, e da Certificação por Prova, com novas questões e revisão do banco.

Todos os setores da atividade econômica demandam um conjunto específico de conhecimentos, habilidades e atitudes para seus respectivos profissionais. Isso não é diferente para os trabalhadores das entidades fechadas de previdência complementar, imbuídos do dever fiduciário na gestão de recursos que ajudam a construir o presente e o futuro de milhões de brasileiros.

Assim, o desafio perene do Instituto é evoluir os processos de Certificação Profissional, para que se mantenham sempre alinhados à melhor técnica e melhores práticas deste mercado especializado, sem perder o caráter inclusivo que assegura a necessária representatividade dos stakeholders das EFPC. Pela natureza dessa atividade, não resta dúvida de que o conhecimento necessário para esses profissionais supera em muito o aspecto puramente financeiro exigido para a certificação de um gestor de fundos que mira resultados de curto prazo; é necessário olhar para o longo prazo, com adequada preparação não só para a gestão de ativos, mas também de passivos.

Os profissionais certificados, detentores de qualificação adequada para sua função, atuantes em entidades autorreguladas com processos certificados, são os agentes da construção de um futuro auspicioso para o sistema e para nosso País. É para atuar como catalisador desse processo que o ICSS vem trabalhando, e o fará de forma ainda mais intensa em 2018, sempre buscando o apoio na tecnologia, visando a segurança dos processos de certificação, mais agilidade e redução de custos para as entidades e para os profissionais.

Voltar

ICSS 2015 - Todos os direitos reservados
O Informe ICSS é uma publicação mensal do Instituto de Certificação Institucional e dos Profissionais de Seguridade Social.
Ano IV – número 36 – Janeiro Jornalista Responsável: Débora Soares